Número total de visualizações de página

sábado, 31 de agosto de 2013

QUEM É DEUS?


http://operfumededeus.blogspot.com


“QUEM É DEUS”? Segundo a Bíblia, o Deus revelado e dado a conhecer por Jesus Cristo?

O Deus anunciado pelos seguidores de Cristo: os Apóstolos,
os Mártires, os Santos, os Papas, os Bispos, os Sacerdotes,
os Leigos...

1.Deus é um ser pessoal.

2. Deus é uma comunidade de vida das três Pessoas Divinas
que se amam: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.
Deus é uma Família onde circula entre todos a vida e o amor.

3.Deus é o SER Eterno, sem princípio nem fim. Ser necessário.

Cada pessoa divina é Inteligente, Livre, Autónoma, Santa,
 Relacionando-se umas com as outras numa doação total
e envolvimento total de umas nas outras.

Cada pessoa divina está toda na outra, mas são distintas e
sem se confundirem umas com as outras.

Trata-se de um Mistério. Não conseguimos compreender
plenamente com a inteligência, mas temos de aceitar na fé.


3.2. Deus revela-se= mostra-se, dá-se a conhecer
     - Na criação, Deus revela-se como Criador.
     - Na Bíblia, Deus revela-se ainda como Salvador, libertador.
    Revelação natural - Mistério de Deus escondido e revelado na obra da Natureza.
     Pelas coisas visíveis chegamos à existência do Invisível (Autor de tudo o que existe).

Tudo o que existe tem um autor. Assim também o Universo
criado, tem de ter um Criador= Deus Origem de tudo

- Revelação bíblica= História da Salvação:

Antigo Testamento= Deus revela-se a Abraão, Isaac, Jacob,
 Moisés, Juízes, Reis, Profetas.

Novo Testamento = Deus revela-se por e em Jesus Cristo, nos
Apóstolos, e na Igreja. Antiga Aliança e Nova Aliança.

Claro que esta revelação é sempre uma proposta e nunca
 imposta. Trata-se de uma revelação indireta: como uma pegada
é uma revelação indireta de alguém.
Deus não obriga ninguém a acreditar. Acredita quem tem fé…

sábado, 24 de agosto de 2013

ANO DA FÉ E ORAÇÃO CRISTÃ



http://operfumededeus.blogspot.com

A fé tem de se de ser alimentada pela oração.
De outro modo, definha e morre.

 Está triste? Reze.
    Está feliz? Reze.
    Está desanimado? Reze.
    Está com raiva? Reze.
    Está doente? Procure um médico e reze.

Enfim, reze sempre, nunca esqueça de rezar, seja na alegria ou na tristeza, dê Glória a Deus, assim de hábito em hábito  nos mantemos forte, até mesmo para superar aqueles acontecimentos insuperáveis, que todos vamos viver, mas cedo ou mais tarde, queiramos ou não.

Deus pode "morrer" em nós de diversas formas:

- por anemia, fraqueza, falta de reza, quando menos se reza menos se quer rezar;

- por atrofia, rezar é colocar a fé em movimento, se paro de rezar não recebo mais a graça de Deus, a graça é que nos faz mover em direção a Deus, logo, se não rezo, Deus "morre" em nós por atrofia.

"A graça atual é um precioso auxílio momentâneo que Deus envia para ajudar a fazer o bem em determinada circunstância.

Esta graça nunca é recusada à prece feita com confiança e total submissão à vontade divina.

 Jesus foi claro: “Pedi e dar-se-vos-á, buscai e encontrareis, batei e abri-se-vos-á. Porque todo o que pede recebe, e o que busca encontra, e ao que bate abrir-se-á”(Mt 7,8).

A graça é ininterruptamente a presença ativa, estimuladora do Espírito Santo, inspirando e avigorando a alma daquele que crê".
    Quem reza, persevera em prece, em todas as circunstâncias terá a graça de Deus.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

ANO DA FÉ- ORAÇÃO



http://operfumededeus.blogspot.com


A oração tem de ser uma relação pessoal com cada uma dessas pessoas divinas.

A oração é fundamental, essencial na vida de um cristão.

A oração é a respiração da vida cristã…

Orar é fazer silêncio cá dentro da alma e do coração, fechar os olhos e falar com um TU divino (pode ser falar com o Pai, com o Filho- Jesus Cristo, com o Espírito Santo, com Nossa Senhora, com os Santos).

Orar é também fazer silêncio e escutar Deus:

 “Fala, Senhor que eu escuto.
     Diz-me o que hei-de dizer, o que hei-de fazer…
     Senhor, mostra-me qual é a Tua vontade…”.

Ir à igreja é uma oportunidade para conhecermos melhor a Deus, aprendermos coisas de Deus.
Mas sobretudo fazerem a experiência interior na ORAÇÃO de que

Deus EXISTE
    Deus é VIDA
    Deus é AMOR
    Deus cuida de nós
    Deus nos ama.
    Deus nos chama a segui-l’O.

      Os pais têm de ajudar a fazer esta experiência da oração, para, depois, transmitirem aos filhos esta experiência do encontro (indireto) com Deus, que não se vê, nem se ouve, nem se toca, mas que está realmente presente.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

EXPERIÊNCIA DE DEUS


http://operfumededeus.blogspot.com

Um dia, há muito, muito tempo, certo jovem quis sair da casa dos pais e viajar pelo mundo.
    Por lá andou cerca de um ano caminhando a pé, no tempo em que não havia transportes, nem telefones.
    Ao fim desse tempo, chegou a casa dos pais, mal vestido, magro, cansado, mas feliz.

Ao fim de algum tempo recompôs-se comendo, descansando, recuperando as forças perdidas.

O pai, perguntou ao filho:

- Meu filho, andaste pelo mundo cerca de um ano e que descobriste?

- Descobri que Deus existe, respondeu o filho.

O pai achou estranha aquela resposta e foi perguntar pela aldeia às pessoas (o pai não era nada religioso):

 - Deus existe?

E as pessoas iam respondendo uma e outra:

- Sim, Deus existe. Na aldeia, todos sabem que Deus existe.

O pai foi ter com o filho e disse-lhe:

- Meu filho, andaste a viajar pelo mundo e descobriste que Deus existe, mas na aldeia todo o mundo sabe que Deus existe. Não precisavas de sair de casa…

O filho respondeu-lhe:

- Meu pai, toda a gente sabe que Deus existe,
mas EU EXPERIMENTEI QUE DEUS EXISTE…

 - Eu fiz a experiência íntima e profunda de que Deus existe, bem dentro do meu ser.

 Aproveitei as caminhadas longas e solitárias para falar com Deus, como um amigo fala ao seu amigo.

 - Fiz a experiência de Deus ao olhar para as estrelas, o sol, as plantas, as aves, os animais.

- Fiz a experiência que Deus existe na amizade das pessoas que me acolhiam e em davam alimento e outras a quem eu ajudei.

 - Fiz a experiência que Deus existe nas celebrações em que participei.

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

NOVA EVANGELIZAÇÃO

http://operfumededeus.blogspot.com

A evangelização visa fomentar a
conversão das pessoas e da sociedade.

É esse objetivo da evangelização: conversão.

Esta conversão leva a uma mudança no crente,
na Igreja e na sociedade.

A evangelização suscita a fé e a conversão pessoal,
eclesial e social.
Dá um sentido novo à existência cristã.

A evangelização é humanização e cristificação:
 humanização que leva cada um a ser pessoa completa (corpo e alma, matéria e espírito), leva ao convívio social numa linha de comunhão e leva a uma identificação com Jesus Cristo, cristificação.

Conversão é reconciliação, vida nova, comunhão com Deus Pai (paternidade) e nos faz filhos de Deus, irmãos de Cristo e irmãos de todos (fraternidade).