Número total de visualizações de página

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

NOVA EVANGELIZAÇÃO


 
Características da “nova evangelização”

a) Novidade da “nova evangelização”.

Funda-se sempre na boa notícia de Jesus Cristo que é a salvação da opressão e do pecado é a radical novidade.
O mundo de hoje é diferente do de ontem e do passado.
O mundo mudou, mas a Igreja Católica não mudou... quase nada...
      Se a cultura de hoje é “nova”, também a evangelização tem de ser “nova”, adaptada ao homem de hoje.

A evangelização é nova porque pretende completar a evangelização anterior.

b) A “Nova evangelização” enquanto evangelização.

Os objetivos da nova evangelização são: instaurar a civilização do amor e da solidariedade no mundo, a renovação da Igreja para evangelizar a humanidade.
Isso quer dizer que na Igreja Católica tem de se viver o amor de que tanto fala o Papa Francisco, sem invejas, sem vinganças, sem rivalidades.

A Igreja tem sempre necessidade de ser evangelizada.

a) Primeiro, a Igreja tem de se evangelizar a si mesma, na medida em que é uma comunidade criativa, participativa, fraterna. Deve ser tolerante, democrática, participativa e plenamente comunitária.

Evangelizar não é apenas levar uma mensagem, mas é também descobrir a presença e a revelação de Deus nas encruzilhadas da história.

Dizia alguém: “os que põem obstáculo à evangelização não são os ateus que lutam pela humanização e pela justiça; mas os crentes opressores que pervertem o sentido de Deus”.
Diz o papa Francisco: "Todo o cristão deve ser discípulo (o que segue Jesus na sua vida) missionário" (que anuncia com palavras e com obras essa fé e esse seguimento de Jesus fazendo só o bem, sendo parecido com Jesus e com Maria, sua Mãe que só fez o bem.

sábado, 22 de fevereiro de 2014

NOVO CD DE MÚSICAS DE MENSAGEM CATÓLICA

 
CAPA DO NOVO CD QUE VOU EDITAR LÁ PARA MEADOS DE MARÇO QUE VAI TER UMA HOMENAGEM AO PAPA SÃO JOÃO PAULO II QUE VAI SER CANONIZADO A 27 DE ABRIL DE 2014
JUNTAMENTE COM ESTE NOVO CD, ESTOU A PREPARAR UM MUSICAL DE HOMENAGEM AO MESMO PAPA COM TEXTOS, IMAGENS E VOZ DO PAPA, MÚSICA AO VIVO E COREOGRAFIAS POR MAIS DE 60 PESSOAS DE TODAS AS IDADES.
 
 

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

EXPRESSÃO- NOVA EVANGELIZAÇÃO


2.Aparecimento da expressão: “nova evangelização.

Medelin- América Latina- … Re-evangelizar os batizados para que a fé seja uma realidade pessoal e não apenas de tradição, não apenas um cristianismo sociológico, amorfo, indiferente e se convertam a Cristo e ao evangelho.

Evangelizar os não batizados, os de fora da Igreja que ainda não conhecem o evangelho e evangelizar os de dentro, os batizados para que sejam cristianizados e evangelizados.

Faz falta o primeiro anúncio, para quem nunca ouviu nada sobre o evangelho e faz falta evangelizar um grande número de batizados, mas que vivem à margem de toda a vida cristã. Muitos são cristãos só porque são batizados, mas a vida mostra que não vivem de acordo com a fé.
   
    O primeiro anúncio consiste em dizer a toda a gente:
Há um só que nos criou e nos Deus ama.
Por isso, enviou o seu filho Jesus Cristo, que passou a vida  a fazer o bem, para nos salvar. Jesus Cristo salvou-nos quando, por amor, deu a Sua vida por nós, morreu crucificado na Sexta Feira Santa e ressuscitou no Domingo de Páscoa.
    Agora está vivo para sempre na Igreja, Povo de Deus que Ele fundou e quer que sejamos Suas testemunhas fazendo também o bem a todos, pois Deus é Pai de todas as pessoas, todos somos seus filhos e irmãos uns dos outros. Por isso, nos devemos amar como tal.

Muitos consideram-se “não praticantes”. Não renegaram a sua fé cristã, mas estão totalmente à margem desta fé e não a vivem: não renunciam ao mal e não aderem ao bem, ao Sumo (Máximo) Bem que é Deus e Cristo.

sábado, 1 de fevereiro de 2014

NOVA EVANGELIZAÇÃO


         http://operfumededeus.blogspot.com


A NOVA EVANGELIZAÇÃO

 O Papa Beato João Paulo II que vai ser canonizado a 27 de Abril 2014 começou a falar de uma NOVA EVANGELIZAÇÃO.
Bento XVI e o Papa Francisco continuam a falar deste tema.
Nova evangelização, é uma espécie de "segunda evangelização" ou "re-evangelização"…
O que se fez antes, foi insuficiente. E num ambiente cada vez mais ateu, descrente, laicizado, é urgente este novo dinamismo da Igreja Católica.
 
         1.Atualidade da “nova evangelização”

Nova evangelização pode ser entendida como ação missionária dirigida aos batizados que não vivem hoje a sua fé. Ou porque não praticam a justiça, ou porque vivem secularizados por uma cultura sem fé em Deus.

A nova evangelização não é a restauração nostálgica do passado, da cristandade. É mais voltar-se para o futuro, no sentido da libertação: promoção humana e cultura cristã.

É preciso uma catequese e formação mais intensa dos cristãos não só as crianças, mas também os adultos, para que a fé seja mais lúcida e comprometida.

A nova evangelização não pretende tanto aumentar a quantidade de cristãos católicos, mas a qualidade dos cristãos.
Isso implica o envolvimento da inteligência, da vontade, mas sobretudo do coração, do afeto. Quer dizer: não basta saber verdades, saber doutrina.
É preciso, sobretudo, amar mais e melhor: amar mais e melhor a Deus, aos outros e a si mesmo. Amar mais a fé, a religião, a Igreja e viver a fé não apenas individual, mas também comunitária.
       Educar o povo na fé a um nível cada vez mais profundo e maduro.