Número total de visualizações de página

domingo, 30 de outubro de 2011

A ARTE DE SER FELIZ


INÁCIO LARRANAGA, A ARTE DE SER FELIZ
-------

"Muita procura nas nos médicos, nas farmácias, nos remédios, ou em certos lugares esotéricos (bruxaria e afins...) os meios para resolver os seus problemas e não percebeu que é dentro de si mesmo, nas suas mãos que está a solução para grande parte dos seus problemas psíquicos.

Cada pessoa tem de ter confiança em si mesma e desconfiar das falsas soluções do que atrás foi dito: realidades fora de nós.

É nas próprias mãos, dentro de nós mesmos que se encontram as armas decisivas para cada um se libertar dos seus traumas,desgostos, depressões e afins...

E esse remédio não custa dinheiro. O que é uma boa ideia para os tempos de crise económica.

Procurando nas fármacos, médicos, curandeiros, videntes, astrologia, etc a solução para os seus problemas, a pessoa gasta muito dinheiro, fica dependente, anda enganada e, muitas vezes não encontra solução.
------

Só quem é amado, tem a capacidade de amar.

Só quem é livre consegue libertar

Só pode ser instrumento de paz, quem vive em paz consigo mesmo.

Os que sofrem, fazem sofrer os outros.

Os fracassados, têm tendência a fazer fracassar os outros.

Os ressentidos, semeiam violência em seu redor

Quem foi posto em conflito, põe em conflito.

Quem está em guerra consigo, espalha guerra à sua volta.

Quem não se aceita a si mesmo, não aceita ninguém.

Os que a si mesmos se rejeitam, rejeitam a todos.

Quem não é feliz, não consegue fazer os outros felizes.
(continua)

sábado, 29 de outubro de 2011

PENSAMENTOS

-------------------------------------

- Não é o casal (homem e mulher) que faz amor;
   O amor é que faz o casal.
E o amor primeiro vem de Deus que é o amor.

- Não é o homem  e a mulher que fazem os filhos;
   Mas o amor que há entre eles é que faz os filhos...

- O mais importante não é o caminho que fazemos da vida para a morte.
- O mais importante é o caminho que fazemos da morte para a vida.
(Aqui "morte" não é o morrer e ir para o cemitério, mas "morte" no sentido bíblico, isto é, aquilo que gera morte das relações entre as pessoas: inveja, rivalidade, vingança, ódio, violência, mentira, falsidade).
- O mais importante é o caminho que fazemos da morte para a vida, deixando os males que falei atrás...
Assim, o mais importante na vida é o que gera a vida mais forte do que a morte: a amizade, a compreensão, a estima, o respeito, a partilha, a solidariedade, o amor, o perdão. 
(Algumas citações de D. António Couto,
Bispo Auxliar de Braga, Portugal).

-----------------------------------------------------------------------------------
- A virtude é a disposição constante para praticar o bem e evitar o mal.

- Quem semeia virtudes, colhe glórias.

- A beleza é frágil, a virtude é eterna.

- A preguiça consome todas as virtudes.

- O silêncio é uma virtude quando nos evita a dizer ou ouvir tolices.

- A virtude ofendida desforra-se perdoando.

- As verdadeiras virtudes sempre incomodam e despertam ódios.

- A riqueza sem virtudes é mais desgraçada do que a miséria.

- O esforço e a perfeição são os pais das virtudes; a indolência e o desleixo são padrastos delas.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

ORAÇÃO


Todo o cristão deve rezar, precisa de rezar, de falar com Deus.
Eis algumas orações que tu podes usar para te relacionares com as pessoas divinas.
_______________________________

Vem, Senhor Jesus,
Vem, ó luz eterna de cada um de nós que somos peregrinos.
Vem, esplendor do Pai, nós te esperamos.
Vem, Espírito Santo, vem cantar em nós, vem rezar em nós.
Vem ajudar-nos a louvar o Pai.
Vem, Espírito Santo.



Divino Espírito Santo,
Abre meus olhos, dá-me a Tua luz p’ra ver.
Força do Pai, força de amor, cai sobre mim na dor.
Tu geras vida, intimidade, Tu és o guia p’ro Pai.
Tu és o sol que amanhece em mim.
És o vento que sopra quando eu rezo,
Calor que me aquece e queima de amor e de zelo
Vem, Espírito Santo

Espírito Santo, fogo e luz
Que resplandece a face de Cristo, fogo que vindo à terra se fez Palavra
Fogo cujo silêncio é luz e levas os corações à acção de graças e ao louvor.
Espírito Santo, Tu que repousas em Cristo e sondas as profundezas de Deus
Espírito de Sabedoria,
Espírito de Entendimento,
Espírito de Conselho e de fortaleza
Espírito de Ciência, de piedade e de temor de Deus
Nós Te louvamos, Espírito Santo



domingo, 23 de outubro de 2011

XI CONFERÊNCIA NACIONAL DO CURSO ALPHA





Decorreu, de 21 a 23 de Outubro a XI Conferência Nacional do CURSO ALPHA em Cantanhede.

Esta Conferência teve o primeiro dia dedicado a sacerdotes e os outros dois dias dedicados a leigos.

Estive presente no primeiro dia, juntamente com dois Bispos (Coimbra e Santarém) e cerca de 80 sacerdotes. Éramos 4 padres da diocese de Braga. No segundo dia, estive apenas algum tempo.

Foi-nos apresentado o método do Curso Alpha como uma forma excelente de contribuir para a Nova Evangelização.

O Curso Alpha é uma forma de fazer o primeiro anúncio do Evangelho e de Jesus Cristo a qualquer pessoa.

Tem uma organização excelente que envolve o pároco, as pessoas responsáveis na paróquia e até as pessoas desligadas da paróquia, aqueles que não se sentem parte da comunidade, ou são apenas consumidores passivos dos sacramentos ou cristãos eventuais em alguns momentos.

Alguns elementos fundamentais do Curso Alpha são: a refeição, o acolhimento, a amizade, a oração, a música, o ensinamento, o testemunho.
Tudo isto, leva a um encontro pessoal com Jesus Cristo e tem transformado a vida de muitas pessoas e das Comunidades.

A – Quer dizer Alguém. Trata-se alguem que encontra Alguém. E dele se fala: Jesus Cristo.

L- Lugar de escuta do primeiro anúncio acerca de Jesus e partilha do que se escutou.
Pondo perguntas e recebendo respostas.

P- Pratos, porque todas as sessões (10) do Curso Alpha começam com uma refeição ligeira.
A refeição é entre amigos que se conhecem ou que se querem conhecer cada vez mais e o curso alpha aumenta a amizade entre os participantes.

H- Humor, porque se trata de reuniões onde reina a boa disposição, a descontração, onde não há crítica, nem murmuração, nem julgamentos de ninguém.
O ambiente é muito informal, onde há diálogo sobre a vida do dia a dia.

A- Abertura, ajuda, pois o grupo de pessoas que frequenta o curso acaba por ficar muito amigo uns dos outros e se vão ajudar no futuro naquilo de que necessitarem.

A organização do Curso implica muitos recursos humanos (pessoas desde o organizador, os oradores, a equipa auxiliar nas diversas tarefas), implica dinheiro, pois vai ser preciso fazer convites, publicidade, comprar livros com os temos, manuais, a Bíblia, contribuir para as refeições, um fim de semana de retiro depois da 7ª sessão (mais ou menos), a refeição final onde podem aparecer outros familiares e convidados.

É preciso uma pessoa (pelo menos) que saiba cantar, que saiba músicas bonitas religiosas animadas. Seria bom haver músicos e instrumentos.

Será preciso um responsável pelo Louvor, gente que saiba rezar de improviso e de louvor a Deus.

É um grande investimento em tempo e dinheiro, mas vale a pena.

Não precisa, nem deve ser o pároco a organizar tudo, mas o pároco deve fazer parte da equipa e estar muito presente, muitas vezes e muito tempo.
Não precisa de ser o tempo todo…

Este Curso já existe em Coimbra, em Lisboa, em Viseu, em Setúbal, Santarém.

Faço um desafio a que os sacerdotes (e bispos) procurem conhecer este Curso Alpha.
Procurem na Internet por este nome: Curso Alpha e encontrareis muita informação.

Gastem tempo e dinheiro a conhecer esta dinâmica e invistam neste método novo que pode ajudar a mudar a Igreja em Portugal e contribuir para a Nova Evangelização.







































sexta-feira, 21 de outubro de 2011

XI CONFERÊNCIA NACIONAL DO CURSO ALPHA



.
(XI Conferência Nacional do Curso Alpha, Cantanhede, 21 de Outubro)

Com a presença de dois bispos (Coimbra e Santarém) e cerca de oitenta padres portugueses
.
Onde há Deus há futuro.
Onde há Deus, há fé;
Onde há fé, há esperança;
Onde há fé e esperança, deve haver também caridade (amor desinteressado).
Onde há Deus (fé, esperança e caridade), há futuro para se construir um mundo melhor.
O cristão precisa de fazer um encontro com Cristo vivo; precisa de se converter ao evangelho e procurar ter uma a vida cristã feita de fidelidade.
Hoje há um eclipse de Deus na vida moderna o que torna mais difícil a transmissão da fé e dos valores cristãos.
Este eclipse de Deus na sociedade ocidental é uma tragédia para a Humanidade, pois as pessoas pensam que Deus é inimigo do Homem e adversário da liberdade humana.
Ora é precisamente o contrário: é em Deus que somos verdadeiramente livres e Deus é nosso amigo e só quer o melhor para nós.
Sem Deus é que os homens e mulheres do nosso tempo se tornam escravos: escravos de modas, da matéria, dos vícios, das coisas, escravos do dinheiro, dos ídolos, do egoísmo, do comodismo; escravos do consumismo, do prazer, do sexo; escravos da superficialidade, da banalidade, do relativismo…
O mundo hoje encontra-se sem Deus e sem esperança.
Sem esperança porque sem Deus.
Aquele que descobre Cristo como Salvador, não O guarda para si esta verdade, esta experiência, mas comunica-a aos outros.
O que foi evangelizado, torna-se evangelizador.
O problema é que todos precisamos de ser continuamente evangelizados.
Uma coisa é ouvir falar de Jesus Cristo; outra coisa é falar com o Cristo vivo e ressuscitado.
O primeiro anúncio é fundamental.
O primeiro anúncio consiste em apresentar Jesus Cristo como verdadeiro Deus e verdadeiro homem, morto e ressuscitado e fazer na oração e no contacto com a Bíblia, uma experiência viva de um encontro com este Cristo vivo, Senhor e Salvador.
Este primeiro anúncio atinge sobretudo o coração, a emoção. Mais tarde virá a razão e a reflexão sobre as verdades da fé (catequese). 
O primeiro anúncio é dizer: Deus ama-te.
Por amor, Deus enviou o Seu Filho para te (nos) salvar; para morrer e ressuscitar por mim, por ti, por todos.
Cristo está vivo, é o Senhor e Salvador da Humanidade.
Cristo salva-me, liberta-me, cura-me, perdoa-me, hoje aqui e agora. Cristo é o Caminho, a Verdade e a Vida.
Esta é a experiência primeira e fundamental que todo o cristão tem de fazer.

(D. Manuel Pelino, Bispo de Santarém)

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

O VALOR DE PEQUENOS GESTOS

.
... Se a nota disser: não é uma nota que fará uma música, não haverá sinfonia;

... Se a palavra disser: não é uma palavra que fará uma página, não haverá livro;

... Se a pedra disser: não é com uma pedra que se erguerá uma parede, não haverá casa;

... Se a gota de água disser: não é com uma gota de água que se fará um rio, não haverá oceano;

... Se o grão de trigo disser: não é com um grão de trigo que se semeará um campo, não haverá seara;

... Se o homem disser: não com um gesto de amor que se pode salvar a Humanidade, jamais haverá justiça e paz, dignidade e felicidade, na terra dos homens.

Como a sinfonia necessita de cada nota,

Como o livro necessita de cada palavra,

Como a casa necessita de cada pedra,

Como o oceano necessita de cada gota de água,

Como a seara necessita de cada grão de trigo,

Assim a Humanidade, toda ela, necessita de ti, lá onde tu estás, único e, portanto, insubstituível.

Que esperas para te comprometeres?

Que posso eu fazer?
Amar em acções e em verdade, pois só o amor pode vencer o sofrimento e dar à vida humana sangue novo ao corpo exangue da humanidade.

É na vida real que se deve amar: na família, no trabalho, no bairro, nos tempos livres, nas pessoas que nos rodeiam.

O HOMEM É FEITO POR AMOR E PARA O AMOR.

MATAR O AMOR, É CORRER O RISCO DE MATAR A VIDA.

(Continua)
(M Quoist, Falai-me de amor)

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

DEUS E A NOSSA FELICIDADE

 
“Deus é amor!”
É a melhor definição de DEUS.
Deus só sabe amar.
Frequentemente compreende-se felicidade como prazer, apetites, conveniências, gostos.
Na verdade, em muitas circunstâncias da nossa vida podemos experimentar a felicidade mesmo que ela não esteja associada ao prazer ou a sentimentos.
A nossa felicidade não consiste em ter um corpo atlético, o carro do ano, o filho que contra tudo e todos eu tenho que ter.
A felicidade acontece mais no DAR do que no RECEBER, no acolher, perdoar e suportar, carregar o outro.
Amar não é satisfação, é doação!

A felicidade é um caminho a percorrer e não uma meta, um ponto de chegada.
Felicidade não é ausência de problemas, lutas e combates.
A vida de ninguém é um contínuo sucesso.
A alegria está no meu coração.

Precisamos ter a coragem de derrubar os muros do medo e da superficialidade para chamar de felicidade e amor o que verdadeiramente são.
A nossa vida não é um conto de fadas.
É uma história de mistério que teve origem em Deus.

O ser humano, o Homem é nobre.
Somos chamados por Deus à profundidade, e não é qualquer coisinha, qualquer informação, estereótipo, moda, música que irá nos deprimir.
Somos nobres!
Somos grandes!
Somos filhos de Deus.
Essa grandeza precisa ser reconhecida e submetida ao senhorio de Cristo.

A felicidade é uma pessoa: Jesus Cristo, e o Seu projecto de vida.
Cristo está fora de nós, mas também, dentro de nós.

A dor não é o nosso fim último; a felicidade é o nosso fim último.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

QUEM NOS DÁ A FELICIDADE

De onde vem a felicidade?
Quem nos dá felicidade?
As coisas materiais?
As pessoas?
A cultura?
Deus?
.
Todas as pessoas desejam ser felizes.
Todos nós trazemos este anseio no mais profundo do nosso coração.
Fomos criados por um Deus feliz, um Deus de amor, de alegria e de paz!
O desejo de Deus está inscrito no coração do homem, já que o homem é criado por Deus e para Deus; e Deus não cessa de atrair o homem a si, e somente em Deus o homem há-de encontrar a verdade e a felicidade que não cessa de procurar.
O mais doloroso é ver que nessa busca frenética, desordenada e por vezes irresponsável pela felicidade, acabamos invertendo o valor das diferentes realidades da nossa vida.
Umas vezes, damos valor demais às coisas, outras vezes, damos valor demais às coisas; outras vezes damos demasiado valor à cultura, ao intelecto e esquecemos algo de muito essencial: a fé e a confiança em Deus.
Deus é felicidade, Deus é Amor!
Mas perdeu importância na vida de muitas pessoas que ficaram vazias por dentro e tentam encher o seu coração com aquilo que não satisfaz a sua ânsia mais profunda de felicidade.
Amor e felicidade podem ser tanta coisa: poder, bom emprego, família sexo, dinheiro, bens materiais...
E Deus onde fica?
Para muitos Deus não conta, para outros, Deus é mais um item dessa vasta lista.

Infelizmente, no final encontraremos as cisternas rachadas que não retêm água…
Alimento que não sacia, água contaminada e estragada que não mata a sede humana de felicidade.
Homens, mulheres, jovens, crianças, casais que não têm expressão, tristes, apáticos, infelizes, sempre a resmungar, não realizados porque procuram a felicidade da forma errada e acabam encontrando uma felicidade ilusória, vã e passageira.

A verdadeira felicidade não consiste simplesmente na satisfação das nossas necessidades pessoais.
Quando buscamos a Deus encontramos o amor, a felicidade, a paz, no entanto, nem sempre buscando a felicidade encontramos Deus. Não podemos separá-Lo da nossa felicidade.
Ele é o único capaz de fazer-nos plenamente feliz e encher o nosso coração.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

FOMES NO MUNDO


 

Senhor do Universo, nosso Deus e Pai, na mesa do mundo, homens e as mulheres, vossas criaturas têm muitas fomes:

- Fome de PÃO: que permite viver, sem angústias, o dia de amanhã.

- Fome de AMOR: que permite viver feliz.

- Fome de ALEGRIA: que permite viver contente.

- Fome de PAZ: que permite viver de mãos dadas, entre irmãos

- Fome de JUSTIÇA: que permite viver em igualdade de direitos e deveres.

- Fome de FELICIDADE: que permite viver sem lágrimas, sem luto, sem morte.

- Fome de IDEAL NOBRE: que permite viver acima das mediocridades desta vida.

- Fome de INFINITO: que permite viver com os pés na terra, mas com o coração nas alturas.

- Fome de VÓS, Senhor do Universo e Sumo Bem, para cada pessoa que vem a este mundo.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

VOCAÇÃO DO CRISTÃO - SEGUIR JESUS CRISTO

.

Para o cristão, ser feliz é procurar acertar cada dia o passo com Cristo, pois só Ele é o verdadeiro Mestre que Se revela como a Verdade capaz de entender a nossa verdade e de a iluminar segundo a Sua Luz:
“Na realidade, o mistério do homem só no mistério de Verbo encarnado se esclarece verdadeiramente...
Cristo, novo Adão, na própria revelação do mistério do Pai e do seu amor, revela o homem a si mesmo e descobre-lhe a sua vocação sublime.” (GS 22)

É o Espírito de Deus que abre o caminho para respostas corajosas, positivas e generosas que vencendo hesitações e adiamentos, incertezas e temores capacita para a disponibilidade: “Eis-me aqui, enviai-me!” (Is. 6, 8).

O convite do Senhor é para todos e cada um, na sua singularidade, para que a partir das características individuais possa voar mais alto, desenvolver-se segundo um projeto de vida, com confiança, apoiado na sua presença fiel e misericordiosa:

- Vai envio-te;
- Sê vista para os cegos...
- Sê comunicador de esperança num mundo onde há imenso desespero e frustração,
- Sê homem de gratuidade num mundo onde tudo se vende e se compra...

Jesus é força motriz, que conduz o jovem cristão comprometido no seguimento da Sua Pessoa.

Nas sendas do Mestre, o discípulo vencerá os obstáculos que escurecem por vezes o caminho.
Confiado na sua mão Ele poderá dizer como S. Paulo:
"Já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim” e experimentar que a vida que vem de Jesus é abundante como Ele mesmo prometeu: “Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância“(Jo. 10, 10 ).
O que significa que Jesus é oferta de vida, real e abundante, de felicidade douradora e autêntica.