Número total de visualizações de página

quinta-feira, 28 de junho de 2012

ATREVE-TE A SER CRISTÃO


 É GRANDE SER CRISTÃO
Grande coisa é ser cristão!
O cristão tem uma vida pela frente, energia, força, encanto. Um enorme projeto, uma esperança atrativa, uma promessa a realizar em plenitude.
Um cristão a sério deve comprometer-se com o que realmente vale a pena; fazer da vida algo de bom, de bonito, de nobre, de grande. Compromete-se com a VERDADE.
Comprometer-se é dar-se, é colocar a vida ao serviço da causa do Homem, do Evangelho de Jesus Cristo.
O cristão deve comprometer-se a ser ele mesmo, a não ser manipulado por nada nem por ninguém.
É grande o cristão que sente e saboreia os problemas e as alegrias do mundo de hoje.
É grande o cristão que sente dentro de si os sentimentos de Jesus Cristo e que, ao vivê-los, tenta transferi-los ao grupo, aos seus amigos, ao ambiente que o rodeia, porque descobriu que Jesus Cristo é a realização suprema do Homem.
É grande o cristão que ama sem esperar recompensa, que toma a sério o outro e é capaz de se dar sem medida, para repartir a vida, a graça e um pouco de Deus.
Muitos homens e mulheres, ao longo da história da Igreja arriscaram a vida, tomaram a sério o nome de cristão, valorizaram mais a fé do que a vida e no intuito de ganhar a Cristo estimaram tudo como perca.
Fizeram das suas vidas um hino de gratidão, uma parábola de amor e de encanto, preencheram-na com tudo de bom, de digno, de belo; não cederam à cobardia, à sujidade, ao egoísmo e lograram ser homens e mulheres e cristãos à altura de Jesus Cristo.
O Evangelho responde e proporciona a resposta exata e real aos problemas de hoje, porque vai ao fundo das coisas. É a única solução.
Quando as pessoas planeiam as suas vidas à margem de Deus, tudo se torna um verdadeiro desastre: crises, caídas, recaídas, problemas, evasões (fugas), desilusões, enganos, dependências, escravidão.
Sem Deus acontece a destruição de valores; destruição da vida.
    Ser cristão é grande, mas também é arriscado.

terça-feira, 26 de junho de 2012

INSTRUÇÕES PARA UMA VIDA




Instruções para uma vida
Dalai Lama
1.       Tem em conta que os grandes amores e enganos comportam um grande risco.
     
 2.       Se perderes, não percas a lição.
       3.       Aplica  regra dos “3 erres”:
Ø  Respeita-te a ti mesmo,
Ø  Respeita os demais, e
Ø  Responsabiliza-te pelas tuas acções.
4.       Recorda que, às vezes, não conseguir o que queres é um maravilhoso golpe de sorte.
5.       Aprende as regras para que saibas incumpli-las quando convenha.
6.       Não permitas que uma pequena discussão afecte uma grande relação.
7.       Quando descobrires que cometeste um erro, toma imediatamente as medidas necessárias para corrigi-lo.
8.       Passa algum tempo sozinho todos os dias.
9.       Abre os teus braços à mudança, mas não abandones os teus valores.
10.   Recorda que, às vezes, o silêncio é a melhor resposta.
11.   Vive uma boa vida honrada. Depois, quando fores mais velho e olhares para trás, serás capaz de disfrutá-la de novo.
12.   Um ambiente de amor no teu lar será a base para a tua vida.
      13.   Quando não estiveres de acordo com 
         os teus seres queridos, preocupa-te
        unicamente com a situação actual.
         Não faças referências a anteriores disputas.
     14.   Comparti-lha os teus conhecimentos.
       É a forma de conseguires a imortalidade.
    15.   Sê bom para com a Mãe Terra.
16.   Uma vez por ano, visita um lugar a que nunca tenhas ido antes.
17.   Recorda que a melhor relação é aquela em que o amor mútuo é maior do que a necessidade mútua.
18.   Julga o teu êxito em função do que ou a que renunciaste para o conseguir.
 
19.   Ama e trabalha com absoluto empenho.

sexta-feira, 22 de junho de 2012

PERGUNTAS SOBRE DEUS




63. Deus também receberá Hitler ou os pedófilos no paraíso?

           Deus perdoa a toda a gente.
      Imagina só se não fosse assim; onde ficaria, nesse caso, o limite entre o que Ele perdoaria e o que Ele não perdoaria?    
      O perdão de Deus tornar-se-ia uma espécie de negócio: «Não foi lá muito grave, o que eu fiz… Podias perdoar-me…». Cada um apresentaria as suas desculpas e, se não fosse perdoado, diria; «Não é justo; perdoou àquele e a mim não…». Imagina que os teus pais te diziam: «Perdoamos-te só até aqui…».
O perdão ou existe, ou não existe.
Ou Deus perdoa, ou Deus não perdoa.
E, quando se perdoa, não se mede o perdão.
Dito isto, é ainda preciso acolher o perdão de Deus.
Será que Hitler e os pedófilos estão dispostos a aceita-Lo?
É impossível saber, porque é esse o segredo da sua liberdade.
Mas, se eles o recusarem, será Deus, quem sofrerá mais com isso.
Ficará ferido no seu amor, porque ama os homens todos, sem excepção. Todos eles são seus fihos.

terça-feira, 19 de junho de 2012

A ARTE DE NÃO ADOECER



              A arte de não adoecer

      Se não quiser adoecer…
… Fale dos seus sentimentos.
 Emoções e sentimentos que são escondidos, reprimidos, acabam em doenças como: gastrite, úlcera, dores lombares, dor na coluna.
Com o tempo a repressão dos sentimentos degenera até em cancro.
Então vamos desabafar, confidenciar, partilhar a nossa intimidade, nossos “segredos”, nossos erros…
O diálogo, a fala, a palavra, é um poderoso remédio e excelente terapia!

          Se não quiser adoecer…
… Tome decisões.
 
    A pessoa indecisa permanece na dúvida, na ansiedade, na angústia.
    A indecisão acumula problemas, preocupações, agressões.
    A história humana é feita de decisões.
    Para decidir é preciso saber renunciar, saber perder vantagem e valores para ganhar outros.
    As pessoas indecisa s são vítimas de doenças nervosas, gástricas e problemas de pele.
 
         Se não quiser adoecer…
        … Busque soluções.
Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam os problemas.
Preferem a lamentação, a murmuração, o pessimismo. Melhor é acender o fósforo que lamentar a escuridão.
Pequena é a abelha, mas produz o que de mais doce existe. Somos o que pensamos.
O pensamento negativo gera energia negativa que se transforma em doenças.

Se não quiser adoecer…
… Não viva de aparências.
Quem esconde a realidade finge, faz pose, quer sempre dar a impressão que está bem, quer mostrar-se perfeito, bonzinho etc… está acumular toneladas de peso… uma estátua de bronze, mas com pés de barro.
Nada pior para a saúde que viver de aparências e fachadas. São pessoas com muito verniz e pouca raiz.
Seu destino é a farmácia, o hospital, a dor.
Se não quiser adoecer…
… Aceite-se.
A rejeição de si próprio, a ausência de auto-estima, faz com que sejamos algozes de nós mesmos.
Ser eu mesmo é o núcleo de uma vida saudável.
Os que não se aceitam são invejosos, ciumentos, imitadores, competitivos, destruidores.
Aceitar-se, aceitar ser aceito, aceitar as críticas, é sabedoria, bom senso e terapia.

Se não quiser adoecer…
… Confie.
Quem não confia, não se comunica, não se abre, não se relaciona, não cria liames profundos, não sabe fazer amizades verdadeiras.
Sem confiança, não há relacionamento.
A desconfiança é falta de fé em si, nos outros e em Deus.

Se não quiser adoecer…
… Não viva sempre triste.
O bom humor, a risada, o lazer, a alegria, recuperam a saúde e trazem vida longa.
A pessoa alegre tem o dom de alegrar o ambiente em que vive.
“O bom humor salva-nos das mãos do doutor.”
Alegria é saúde e terapia!

quinta-feira, 14 de junho de 2012

ELEMENTOS LITÚRGICOS

albanonogueira2012@sapo.pt

.

A igreja-
É uma casa no meio das outras.
É a Casa de Deus.
Uma casa de reunião e de oração.
É nela que têm lugar os momentos mais importantes da vida cristã: batizados, casamentos, Eucaristia (Missa).

Igreja com um I dos grandes, são as pessoas batizadas que se reúnem na igreja para se encontrar com Deus e umas com as outras e com o nosso Deus. O Deus da vida, da paz e do amor.

O altar -
A celebração da Eucaristia é a memória da Última Ceia que Jesus comeu com os 12 Apóstolos, antes de morrer e ressuscitar.
      Por isso, na igreja há uma mesa, que se chama Altar.
      É nessa mesa e à sua volta, que decorre a celebração. Está coberta com uma toalha branca. O Altar representa a pessoa de Jesus à volta do qual nos reunimos.

O Sacrário-
As hóstias que sobram da Eucaristia, guardam-se no Sacrário, para se poder levar a comunhão aos doentes e para rezarmos a Jesus Cristo realmente presente na Hóstia Consagrada.

Para indicar esta presença real de Jesus no Sacrário, existe uma lâmpada sempre acesa: a lâmpada do Santíssimo Sacramento.

Assim, a igreja é a Casa de Deus porque tem Jesus no Sacrário. Por isso, ao entrar, as pessoas fazem uma genuflexão (dobrar o joelho direito), em sinal de fé e de adoração. E rezam a Jesus ali presente.
É graça muito grande ser católico poder ter Jesus no Sacrário de cada igreja católica e recebê-lo dentro de nós na sagrada comunhão.




terça-feira, 12 de junho de 2012

O PLANO DE DEUS


albanonogueira2012@sapo.pt
http://operfumededeus.blogspot.com

O PLANO DE DEUS

A nossa vida situa-se entre o passado e o futuro.
Não basta o momento presente.

Sem memória (passado) a pessoa não teria identidade.

Sem projecto de futuro, faltar-lhe-ia a dinâmica, o que significaria a morte.
Só Deus é eterno.
Deus é Aquele que É, não foi, nem será.
Simplesmente É...

Deus, criou o universo em movimento, realidade em andamento e em fase de aperfeiçoamento.

Cada pessoa deve fazer a sua vida.
       Escrever a sua vida.
       Deus criou o mundo com um objectivo bem preciso que se     
       vai realizando ao longo dos tempos. É o plano de Deus.

É a história da Salvação

Deus está na origem (passado) e no destino (futuro) do universo. Deus age através das acções humanas.

Deus acompanha no presente a história da humanidade.

Deus gosta do que se faz através de nós.
Deus ama a criação. Criar é amar.

A criação divina é obra da Sua sabedoria.

Cada pessoa é obra do amor de Deus, por isso, deve amar a sua vida e amar da vida dos outros.
Deve defender a vida e elevá-la de forma digna e bela,para ser imagem e semelhança de Deus e de Jesus Cristo.

quarta-feira, 6 de junho de 2012

EUCARISTIA- CORPO E SANGUE DE CRISTO



Uma refeição pode ter entradas, sopa, sobremesas variadas, café, digestivos...
Mas o prato principal não pode faltar...
A vida com Deus alimenta-se de muitas coisas: oração, leitura da Bíblia e de outros livros, amizade com os outros...
Mas o prato principal é a Eucaristia que não deve faltar na sua vida...
Alimente-se de Jesus Vivo na Eucaristia (Palavra e Pão - duas mesas...).
Participe na Eucaristia de Domingo.
Que Ela seja o prato principal que alimenta a sua fé, a sua esperança o seu amor a Deus.

O que é a MISSA OU EUCARISTIA?
- Uma oração? NÃO
   - Um hábito adquirido na infância? NÃO
   - Uma coisa que se deve fazer para parecer uma pessoa respeitável? NÃO
   - Um Sacrifício a oferecer a Deus para alcançar ajuda nos momentos difíceis? NÃO
    - Uma seca que temos de aguentar para agradar aos pais ou aos avós? NÃO
    - Uma maneira de encontrar os amigos e conversar com eles? NÃO
.

Então o que é a Missa?
- É o encontro mais alto e mais profundo que a comunidade dos crentes em Cristo pode ter com o Seu Senhor. Neste encontro, Jesus ressuscitado torna-se realmente presente e oferece-se a nós na Sua palavra de Vida e de Salvação e dá-se a nós como alimento e bebida àqueles que acreditam n’Ele, para ajudá-los a viver como Ele viveu.
Para se compreender a importância da Missa, é necessário compreender a importância de se fazer parte da comunidade cristã para viver o que Jesus ensinou.  
 Quem não entender esta parte de pertencer a uma comunidade, mais difícil se torna de compreender a missa.
É preciso conhecer, compreender e acolher a proposta de vida de Jesus e da beleza de viver esta proposta juntamente com todos os que se esforçam por segui-la.
A Missa é, sobretudo encontro com o Senhor Jesus Cristo que dá a todos a força para viver, fazendo-se palavra e pão partido para todos.
Para a missa ter valor deve haver laços de amizade, fraternidade, solidariedade com os membros da tua comunidade paroquial.
Quem fizer isto verá que a Missa dominical é uma festa onde nos encontramos com o nosso melhor amigo que é Jesus Cristo e com os outros amigos e irmãos na fé e perceber que somos acolhidos e amados por Deus numa comunidade de fé, de esperança e de amor.
Jesus Cristo será então a nossa força para vivermos como Ele viveu: no amor do Pai e no amor dos irmãos.

terça-feira, 5 de junho de 2012

CRISTO É A LUZ DO MUNDO


          O planeta “Terra” sem a luz solar seria noite eterna, deserto

     imenso.
A Terra sem a Luz de Cristo e do Seu Evangelho, sem a

caridade e o amor de Deus, seria um lugar de desilusão, um

lugar de absurdo e de morte.
O cristão segue Jesus Cristo porque Ele é o Caminho, a

Verdade e a Vida.

Só Cristo é a luz do mundo e a Luz da nossa vida.

Quem O segue não anda nas trevas.
Quem segue a Cristo anda sempre no caminho certo, na luz e

na vida humana e eterna, anda no caminho que leva ao Céu,

ao Paraíso.
Mas se Cristo é a Luz do mundo, os cristãos são chamados a

ser também a Luz do Mundo: “Vós sois a Luz do mundo” (Mt

5, 3 e ss).
Vós sois o sal da terra… Vós sois a Luz do mundo.
O sal preserva os alimentos da corrupção física. Assim deve o

discípulo de Cristo preservar a si mesmo e os outros da

corrupção moral…
O sal dá sabor aos manjares sem sabor, assim o cristão, pela

sua espiritualidade, deve dar sabor ao ambiente material do

mundo, da família, da oficina, da escola, da repartição

pública, onde quer que viva e exerça a sua atividade.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

SER CRISTÃO COMPROMETIDO



    Ser cristão é fazer uma opção de vida

fruto do encontro com uma Pessoa que

dá à vida um novo horizonte e um

rumo novo.

Esta pessoa é Jesus Cristo.
Ser cristão é aderir a um projeto de

vida trazido por Jesus Cristo e que a

Igreja continua a apresentar ao mundo

naquilo que se chama evangelização-

Dar a conhecer Jesus Cristo e o Seu

Evangelho.
O cristão precisa de fazer a experiência

maravilhosa deste encontro com Cristo

que se dá na fé e nos prepara para o

encontro definitivo com Ele na morte.
Aquele que é cristão deve agir como

cristão, viver como cristão e morrer

como cristão.
Este encontro pessoal com Cristo dá-

-se na oração, nos sacramentos, mas

somos introduzidos nestas realidades

pela Igreja, pela comunidade dos que

acreditam em Deus Pai, em Deus Filho,

em Deus Espírito Santo.
Cristo está em nós vivo na medida em

que cada um se confiar a Ele,

acolhendo o Seu evangelho, a mais

feliz notícia que podemos escutar

anunciada a toda a humanidade: a

notícia de que Deus nos ama, nos quer

felizes e nos quer salvar.
Esta salvação começa neste mundo na

 medida em que dizemos o nosso

“Sim” a Cristo que vive em nós pelo

batismo.