Número total de visualizações de página

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

A ORIGEM DA BÍBLIA

 
 
A ORIGEM DA BÍBLIA
A origem da Bíblia foi lenta e complicada.
 
A redacção desses livros durou cerca de 10 séculos e foi obra
 
de diversos autores.
No início existia uma comunidade – o Povo de Israel – que, ao
 
longo dos séculos foi fazendo a experiência de que Deus
 
estava presente na vida do Povo, amando, salvando,
 
revelando-se. Os acontecimentos que davam origem a essa
 
experiência eram meditados pelo Povo e transmitidos
 
oralmente de pais para filhos.
 
Mais tarde, e, por diversas razões, os relatos desses
 
acontecimentos, enriquecidos por essa reflexão e pela
 
experiência do Povo, foram postos por escrito. Nesse sentido,
 
podemos dizer que Deus e a comunidade são os autores desses
 
relatos.
Existiram redactores que puseram por escrito a experiência e
 
a fé da comunidade.
Esses redactores viveram em lugares e ambientes diferentes, e
 
tinham, por isso, culturas e experiências diversas.
A sua obra revela, pois, características próprias de acordo
 
com a época, as situações e até os interesses e prioridades
 
desses redactores. No entanto, todos esses escritos têm um
 
factor comum: são relatos pela experiência de fé feita pela
 
comunidade.
Experiência de amor, de justiça, de salvação, de libertação de
 
Deus.
Assim, esses escritos reflectem a vida e a fé da comunidade, a
 
certeza de que Deus caminha com o Povo e o salva.
Assim, a Bíblia é a história da relação entre Deus e os
 
homens.
 
Ao longo dos séculos, Deus foi procurando formas
 
acessíveis de falar aos homens e de se revelar com amor e
 
salvação. Ele comunica-se a Israel nos acontecimentos da sua
 
história, levando o povo a fazer a experiência concreta da sua
 
bondade e misericórdia.
 
Por sua parte, o Povo teve de aprender a descobrir esse Deus
 
que ama, que salva, que liberta.
 
A Bíblia é, pois, a história da revelação de Deus aos homens e
 
do esforço dos homens para encontrar Deus.

Sem comentários: