Número total de visualizações de página

sexta-feira, 1 de março de 2013

SACRAMENTO DA RECONCILIAÇÃO

 
 
Bom dia, meu irmão, minha irmã.
 
Quaresma é tempo de receber o SACRAMENTO DA 
 
RECONCILIAÇÃO/ PENITÊNCIA/ CONFISSÃO.
 
    Três palavras para dizer a mesma realidade: o sacramento que nos reoncilia com Deus, com os outros, connosco mesmos.
    Reconciliar é ficar em paz com Deus, com os outros e connosco mesmos.
    A paz é uma necessidade interior para todas as pessoas.
Uma paz que vem de dentro e não de fora.
Paz que é Deus no nosso coração, na nossa alma para o unir.
Temos um coração dividido entre o bem e o mal.
Reconciliar é unir o coração à volta do Bem e o SUMO BEM, é DEUS.
 
A pessoa que se vai reconciliar (confessar) deve fazer o seguinte:
 
1- Exame de consciência. Pensar bem no mal que se fez em palavras, pensamentos, atos. Pensar no bem que se poderia ter feito e não se fez (pecado de omissão).
    Pensar nas faltas de amor a Deus; faltas de amor aos outros e nas faltas de amor a si mesmo(a).
 
2- Dor dos pecados. Arrependimento sincero e profundo. Reconhecer o mal, o pecado que se fez e estar arrependido disso.
 
3- Propósito firme de emenda. Fazer tudo para não pecar mais.
 Por exemplo, fugir das ocasiões próximas de pecado, fugir de certos lugares, de certos ambientes, certas opessoas, etc.
Rezar mais, ler mais a Palavra de Deus, participar mais na Eucaristia.
 
4- Confissão dos pecados ao sacerdote.
Não ter vergonha de dizer ao senhor padre os pecados cometidos. O sacerdote não está ali para julgar, nem condenar, mas está ali em vez de Jesus Cristo para acolher, perdoar, animar, encorajar a recomeçar de novo a luta contra o mal e o pecado.
  
5- Cumprir a penitência que o sacerdote disser e satisfazer ou compensar o mal que se fez. (Se roubei, devo restituir; se caluniei, devo dizer que errei e dizer a verdade).
    (Se estou zangado com alguém, devo fazer a paz com essa pessoa. Se falto à missa, vou procurar participar sempre na missa aos sábados ou domingos)...

Sem comentários: