Número total de visualizações de página

quinta-feira, 28 de junho de 2012

ATREVE-TE A SER CRISTÃO


 É GRANDE SER CRISTÃO
Grande coisa é ser cristão!
O cristão tem uma vida pela frente, energia, força, encanto. Um enorme projeto, uma esperança atrativa, uma promessa a realizar em plenitude.
Um cristão a sério deve comprometer-se com o que realmente vale a pena; fazer da vida algo de bom, de bonito, de nobre, de grande. Compromete-se com a VERDADE.
Comprometer-se é dar-se, é colocar a vida ao serviço da causa do Homem, do Evangelho de Jesus Cristo.
O cristão deve comprometer-se a ser ele mesmo, a não ser manipulado por nada nem por ninguém.
É grande o cristão que sente e saboreia os problemas e as alegrias do mundo de hoje.
É grande o cristão que sente dentro de si os sentimentos de Jesus Cristo e que, ao vivê-los, tenta transferi-los ao grupo, aos seus amigos, ao ambiente que o rodeia, porque descobriu que Jesus Cristo é a realização suprema do Homem.
É grande o cristão que ama sem esperar recompensa, que toma a sério o outro e é capaz de se dar sem medida, para repartir a vida, a graça e um pouco de Deus.
Muitos homens e mulheres, ao longo da história da Igreja arriscaram a vida, tomaram a sério o nome de cristão, valorizaram mais a fé do que a vida e no intuito de ganhar a Cristo estimaram tudo como perca.
Fizeram das suas vidas um hino de gratidão, uma parábola de amor e de encanto, preencheram-na com tudo de bom, de digno, de belo; não cederam à cobardia, à sujidade, ao egoísmo e lograram ser homens e mulheres e cristãos à altura de Jesus Cristo.
O Evangelho responde e proporciona a resposta exata e real aos problemas de hoje, porque vai ao fundo das coisas. É a única solução.
Quando as pessoas planeiam as suas vidas à margem de Deus, tudo se torna um verdadeiro desastre: crises, caídas, recaídas, problemas, evasões (fugas), desilusões, enganos, dependências, escravidão.
Sem Deus acontece a destruição de valores; destruição da vida.
    Ser cristão é grande, mas também é arriscado.

Sem comentários: