Número total de visualizações de página

domingo, 14 de abril de 2013

JESUS PERGUNTA-TE: "TU AMAS-ME?"


http://operfumededeus.blogspot.com

APRENDER A AMAR

 Amar é difícil e muitos teimam em chamar de "amor" àquilo que não passa de um egoísmo a dois.

É necessário ser uma pessoa autêntica, vertical, rica de sentimentos, senhora de si, para poder experimentar o amor.

1 - O amor não é o deslumbramento da beleza diante de um rosto bonito que se abre para ti, pois a verdadeira beleza é o reflexo da alma.

2- O amor não é sedução de uma inteligência viva e sagaz, que se exprime em palavras e ideias para te agradar, pois a inteligência pode brilhar sem ser um autêntico diamante que se esconde nas profundezas do ser amado.

3- O amor não é emoção diante de um coração que bate por ti, mais do que bate pelos outros; pois este coração, pode, um dia, apaixonar-se por outro e deixar-te a sangrar chorando.

4- O amor não é o desejo de captar, de prender o objecto do teu desejo, quer ele seja coração, corpo, espírito ou tudo ao mesmo tempo, pois o outro não é 'objecto' e se o tomas para ti, é a ti que tu amas, julgando amar o outro.

Admirações, seduções, fomes, calafrios, emoções e profundos desejos são belos e necessários no homem e na mulher, mas somente para ajudar a amar, quem aceita amar.
É a porta entreaberta e as janelas abertas.
É o vento que escapa, é o apelo da largueza e o murmúreo de Deus, que te convidam a sair da tua casa fechada, para ires na direcção de alguém que escolhestes para preencher a tua vida, porque tu o (a) amas e queres amar.
"Senhor Jesus, Tu amas-me com amor eterno e infinito até teres dado a vida por mim na cruz.
Senhor, quero amar-te e corresponder ao Teu amor, pois só assim, serei mesmo feliz".

Sem comentários: