Número total de visualizações de página

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

É GRANDE SER-SE CRISTÃO


 
 
                   SER CRISTÃO A SÉRIO

Grande coisa é ser cristão.
O cristão deve ser energia, força, encanto.
        Ter um projeto, um ideal de vida elevado, uma esperança ativa, uma promessa a realizar em plenitude.

Como cristãos, devemos fazer da nossa vida algo de grande, belo, bom, nobre.
Comprometer-se com a verdade.
Colocar a vida ao serviço dos outros, do evangelho, da Igreja.

O cristão deve ser ele próprio.
Não ser fotocópia de ninguém.
Não ser manipulado, enganado por ninguém.
Não andar atrás do que os outros pensam e dizem, nem andar atrás de modas que passam rapidamente.

Sentir dentro de si mesmo os mesmos sentimentos que havia em Jesus Cristo e transferi-los para o grupo de amigos e do ambiente que o rodeia.

O cristão autêntico fez uma opção pessoal por Jesus Cristo, pois descobriu que Jesus Cristo é a realização suprema da pessoa humana.

É grande o cristão que ama sem esperar recompensa dos humanos.

Dar a sua vida sem medida, repartir a sua vida, a graça, um pouco de Deus.

Temos o exemplo dos santos que se dão a Deus e aos outros: S. Pedro, S. Paulo, S. João, S. Francisco de Assis; Santa Teresa de Jesus, Santa Maria Goreti; Beata Alexandrina, Madre Teresa de Calcutá e tantos outros santos.

Uma lista interminável que homens e mulheres que se esquecem de si, para viverem para os outros...
Tantas mães de família que vivem para o marido, os filhos, a família, vivem para a Igreja; tantos sacerdotes, religiosos, religiosas, missionários...

Ser cristão a sério é arriscar a sua vida, tomar a sério o nome de cristão, valorizar mais a fé do que a vida no intuito de ganhar a Cristo e levar a fé em Cristo aos outros.

Fazer da vida um hino de gratidão, uma parábola (história) de amor e de encanto, fazendo só o que é bom, belo, digno.

Sem comentários: