Número total de visualizações de página

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

SENTIR-SE AMADO POR DEUS


DEUS É AMOR.
Deus ama todos os homens. Mas nem todos se sentem amados por Deus. Sentir-se amado é sentir-se escolhido, abençoado por Deus para receber os seus bens materiais e espirituais.
Esta é uma descoberta maravilhosa e muito importante que pode revolucionar a vida de qualquer pessoa.
O baptismo de Jesus é um marco muito importante na sua vida, pois representa o começo da sua vida pública. A partir daqui torna-se uma figura pública, conhecido, anda de terra em terra, anuncia o Evangelho, convida as pessoas a serem boas, a amar a Deus e a amarem o próximo.
No Baptismo de Jesus Deus Pai disse: "Tu és o meu Filho muito amado".
É esta mesma frase que cada um de nós devia fazer a experiência.
Fecha os teus olhos, imagina-te criança ao colo de tua mãe, da tua madrinha a seres baptizada (o).

Imagina-te a seres ungida, marcada, assinalada com o azeite sagrado; imagina-te a seres baptizada com a água símbolo da vida de Deus que te é dada nesse momento; imagina a vela acesa na tua mão símbolo da fé em semente que te é dada nesse momento.
Imagina que ouves a voz de Deus Pai: "Tu és meu filho, minha filha muito amado(a). Em ti pus toda a minha esperança e o meu amor".
Ser baptizado no cristianismo devia dar-nos esta sensação única de sermos amados por Deus nosso Pai. Amados por Deus para recebermos os bens da terra para o corpo e para o espírito e os bens do céu.
Um dia receber a HERANÇA DOS FILHOS DE DEUS. Essa herança é a salvação eterna. O bom pai e a boa mãe dá aos filhos os bens: alimentação, casa, conforto, segurança, amor, carinho, compreensão, etc. Um dia dar-lhes-á a herança.
Assim é Deus connosco porque Ele é o melhor dos pais e a melhor das mães.
Nossa herança é o CÉU, O PARAÍSO, que já começa neste mundo e terá continuidade com a morte.
É disso que eu quero falar contigo que lês estas páginas e não me preocupar em falar do inferno, do demónio, da condenação.
Deus quer sempre o melhor para nós: vida, alegria, paz, amor, saúde, felicidade. Mas isso também depende de cada um, nesta vida e na vida que virá com a morte.
A ti que me lês, eu digo: semeia o bem, a amizade, o amor, a paz, a verdade, a justiça, pois já serás feliz nesta vida. A tua vida terá mais sentido e quando morreres, se houver vida depois da morte, aí também serás feliz.
Eu acredito que há vida depois da morte, mas só a fé é que nos diz esta verdade...
A vida depois da morte é outra fase, outra etapa da mesma vida.
Assim como temos uma fase da vida dentro do ventre materno, temos outra fase de vida nesta mundo e teremos outra fase de vida com a morte. Mas a nossa vida é uma só. A nossa identidade (o meu eu) será sempre a mesma.
Se Deus te ama, procura também amar a Deus qualquer que seja a ideia que d'Ele tiveres. Mas não te esqueças que o Deus de Jesus Cristo é AMOR e é amando que seremos felizes. Amando a sério. Não falo de gestos e palavras de um amor menor (mais egoísmo do que amor).
Falo de AMOR Maior que é altruísmo, solidariedade, fazer bem aos outros. Amar é fazer bem aos outros... É colocar os outros em primeiro lugar; compreender os outros, respeitar os outros, ajudar os outros...
Claro que também temos que nos amar a nós mesmos e não deixar que nos pisem, nos calquem, pois isso será prejudicial para todos.
QUERES SER GRANDE COMO DEUS? ENTÃO AMA COMO DEUS:
AMOR GRATUITO, UNIVERSAL E INCONDICIONAL.
P. Albano Nogueira

4 comentários:

Elisa disse...

Sr. Padre:
Tenho lido todos os seus textos, mas em relação a "SENTIR_SE AMADO POR DEUS", gostaria de lhe colocar uma questão.
Por que será que existindo pessoas boas, que amam a Deus e praticam os seus mandamentos, são felizes e fazem os outros felizes, morrem jovens ou ainda muito novos?
Isto é verdade, porque falo de alguém muito bom que passou pela minha vida.
Para amar a DEUS então é necessáio sofrer muito?
Obrigada e até sempre.
Elisa

Lemos (filho) disse...

Caro Padre Albano,

Começo por "Sentir-se Amado por Deus" um bom tema para reflexão e demonstrar ao mundo a forma de transmitir a palavra de Deus aos países que se encontraram em guerra.

Confesso que apesar da distância de nos ter deixado, será sempre uma referência que marcou as crianças, os jovens, os idosos e muitas outras pessoas.

Ao ler o JN de 2009-01-11 deparo-me com um artigo do Sr. Padre Albano na divulgação dos blogs, encontrava-me com uns amigos numa pastelaria, mostrei a notícia com orgulho transmiti a sua mensagem.

Aproveito também para deixar uma palavra de incentivo à sua dinâmica, os meus parabéns.

Ficou muito bem na neve, no lugar do Souto (Fervença) também teve direito ao manto branco vários dias que proporcionou algumas brincadeiras.

Como gosto de andar pela internet na criação dos meus sites, e um "assíduo" e na divulgação do seu blog aos meus amigos (convém não esquecer das “acções nos investimentos” mas anda muito fraquinho para os meus lados!).

Bem-haja,

Cumprimentos,

Lemos (filho)

Anónimo disse...

O que eu quero mesmo é ser amado por Deus.

carlsonripoll2009@hotmail.com

carlson ripoll gomes

Anónimo disse...

Obrigado por tudo que o Senhor fez por mim meu Deus! Eu te amo !
Em nome de Jesus!
30/01/10
Carlson Ripoll Gomes
Servo do Deus Altíssimo.