Número total de visualizações de página

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

FALAR DE DEUS HOJE



consulte o meu outro blog:
http://operfumededeus.blogspot.com
albanosousanogueira@sapo.pt

Falar do mistério de Deus é dizer sempre imperfeições porque quando nós compreendêssemos Deus, Deus deixaria de ser Deus.
A inteligência humana é limitada e o seu falar de Deus pode ser comparado ao falar da criança que poucas palavras sabe dizer.
Nós aplicamos a Deus categorias e conceitos humanos porque são os que temos, mas Deus ultrapassa todos esses conceitos e categorias.
Deus existe, mas não existe como nós. O seu existir é necessário, o nosso é contingente (existimos, mas podíamos não existir). Deus é a Vida, mas não é vida como nós. Deus é vida necessariamente, nós temos vida, mas podemos deixar de ter (pelo menos a vida biológica); Deus é Amor, mas não ama como nós. O seu Amor é infinito, gratuito, universal, o nosso amor é muito limitado; Deus é bom, mas não é bom como nós. Deus é a própria bondade, nós somos umas vezes bons, outras vezes maus. Deus é todo-poderoso, mas não do jeito que nós entendemos este conceito.
Se dissermos que alguém é todo-poderoso, imaginamos alguém prepotente, autoritário, ditador, vingativo, que subjuga e domina os outros, com poder absoluto. Deus é todo-poderoso mas não desta maneira. O seu poder é o poder do Amor que pede correspondência do amor humano, mas não impõe o seu amor, nem obriga a amá-lo, como fazem os senhores deste mundo.
O Deus todo-poderoso tornou-se todo fraqueza na pessoa do Seu Filho que encarnou, se fez criança frágil (sem poder), se deixou matar na cruz (sem poder e humilhado). Este é o Deus todo-poderoso em quem eu creio: o Deus encarnado em Jesus Cristo.
Deus é um mistério muito grande que se revela e se esconde. E revela-se sobretudo na fé, na confiança e no amor de quem acredita.
1- Deus revelou o Seu poder na Criação quando deu origem a todo o universo que depois foi evoluindo e se transformou.
2- Deus revelou o seu poder na Encarnação do Verbo no seio da Virgem Maria, fez-se homem sem o concurso de um varão. Encarnou por obra do poder de Deus que fez gerar Jesus no seio da Maria Virgem.
Jesus Cristo revelou o poder de Deus não impondo-se, mas amando e perdoando.
3- Deus revela o Seu poder na Redenção em que o ser humano é reconciliado, recriado e renovado pela morte e ressurreição de Jesus Cristo e pode ser o Homem Novo, fiel à graça e ao amor de Deus.
A ressurreição de Jesus revela o poder de Deus, mas apenas para quem acredita, pois para quem não acredita, não se pode provar nada.
Se Deus se pudesse provar, a pessoa humana tinha que aceitar Deus necessariamente, deixava de ter liberdade para dizer SIM e dizer NÃO, deixava de ter mérito. Ao ter liberdade (porque Deus apesar de ser todo-poderoso não se impõe), a pessoa também fica com a responsabilidade da sua opção em acreditar ou não acreditar.
Se acreditar em Deus e viver de acordo com a sua fé, pode ganhar tudo.
Se não acreditar em Deus e fizer o mal, pode perder tudo…

P. Albano Nogueira

3 comentários:

Luis Carlos disse...

Olá Albano,

Aceito algumas coisas coisas que disse sobre Deus, mas outras não.

Faça apenas um pequeno exercício, pegur neste seu texto e substitua a palavra "Jesus" por "Albano", e depois a palavra "Maria" pelo nome da sua mãe.

Verdadeiramente, é isto que Jesus nos propõe que façamos, que façamos como ele.

Até já,
Luís Carlos

Anónimo disse...

Num momento em que a sombra do integrismo católico e do neonazismo ameaça infiltrar-se na Igreja, é importante divulgarmos e assinat esta
Petição internacional a favor do Concílio Vaticano II :

http://www.petition-vaticanum2.org/petition.php

N. M. disse...

"Uma longa caminhada começa com um pequeno passo."
Penso que este blog é o primeiro passo de uma longa caminhada, que desejo muito proveitosa.
De facto, nos dias que correm é tão dificil falar de Deus e mais ainda dar testemunho d'Ele.
Sou professora e no contacto com os mais jovens, que a minha profissão me oferece, sinto um vazio de Deus cada vez maior. Observa-se um deserto árido e há procura de água em fontes contaminadas. Os caminhos que a sociedade de hoje oferece aos jovens são fáceis, mas vazios do essencial.
A internet é um meio ao acesso de todos os jovens, por isso espero que os conteúdos deste blog possam tocar todos aqueles que a ele acederem.
Bem Haja!