Número total de visualizações de página

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

ORAÇÃO VOCAL, MENTAL, CONTEMPLATIVA





O fim da oração é descobrir e fazer a vontade de Deus em mim.

“Teu sou, para Ti nasci.

Que queres, Senhor, de mim?”.
A oração é feita uma parte por nós e outra parte por Deus.

Há um momento em que o esforço é nosso (ascese) para nos dispor ao encontro com Deus e outro momento em que é um dom de Deus que actua em nós, gratuitamente (mística), mesmo sem estarmos preparados.


ETAPA ASCÉTICA – ESFORÇO HUMANO


1-Oração Vocal

É falar com Jesus como falamos com outras pessoas. Podemos servir-nos de orações conhecidas: Pai-Nosso, Avé Maria, Credo, Glória, Salmos, ou de orações que outros fizeram, jaculatórias ou frases orantes tiradas do evangelho para manter a presença de Deus.

Meditar em cada palavra do Pai Nosso, da Ave –Maria, etc.

Saborear palavra por palavra já faríamos uma grande oração.
Representar Jesus diante de nós: imagem, estátua, cruz…



2-Oração Mental

Pensar, reflectir, meditar o que Jesus passou por nós., quem é Ele, como é Ele? Quem sou eu, como sou eu?
Pensar tudo quanto Deus faz por nós para nos despertar a amar, que “amor gera amor”. Podemos partir de um texto da Bíblia, de um acontecimento, deixar que a Palavra de Deus nos interpele e confronte, descobrir que nos diz Deus através dela.
Entender quem é Jesus, quem é Deus Pai, o que me oferece, como O poderei contentar e como conformar a minha condição com a Sua.



3-Oração de Recolhimento

É a meta das duas anteriores. É a oração que recolhe toas as potências: inteligência, memória (imaginação), vontade e ajuda a pessoa a entrar dentro de si mesma, onde Deus habita.
O Mestre está próximo e não precisamos de falar para que nos ouça. É importante descobrir quem é Jesus (o Mestre que nos ensina a orar), não nos afastarmos d’Ele para orar como convém.
Trabalhar nas virtudes, decidir-se a levar a cruz desde o princípio e fazer actos de amor por Deus.


»»» Nesta etapa ascética dá-se a oração de generosidade, o conhecimento próprio, orar a própria história da salvação, tratar a vida de Cristo, a oração do olhar, descobrir o próprio método de oração.


Sem comentários: