Número total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

VIDA INTERIOR


albanosousanogueira@sapo.pt

(Tirado de P. Zezinho, Se eu pudesse falar aos jovens, ed Paulistas)

VIDA INTERIOR PARA QUEM QUER VIVER PLENAMENTE

Há pessoas cujo esquema de vida não vai além da flor da pele.
Vivem para as coisas exteriores e nem sequer chegam a entender que seja possível viver interiormente.
As suas preocupações são quase sempre as mesmas: dinheiro, roupa, sapatos, carro, melhor emprego, sexo, infidelidade, futebol, mulher/marido de outra, filme sujo, teatro de revista, comida, férias, totobola, euro - milhões, crendices, superstições, posição, fortuna, namorados (as), homens, etc…
Dizer a esta gente que rezas, que conversas com Deus, que lês a Bíblia, que meditas, que procuras ter paz interior, é o mesmo que sentar-se num muro e falar a tijolos sobre filosofia e teologia…
Os nossos sentimentos precisam de ser educados e é preciso crescer interiormente para se atingir a dimensão de adultos.
Há muitos adultos formados em muitos ramos do saber, mas continuam sem vida plena, abundante de que fala Jesus no evangelho.
Não há muita coisa dentro deles.
São vazios, superficiais, banais.
Se não rezas, se não pensas em Deus, é possível que estejas a viver, mas muito pouco.
Há pessoas que são como os carros: andam ao baixo, mas não têm gasolina no seu interior, não avançam a subir…
Há indivíduos espectaculares…
O tempo é que se encarrega de provar se a sua graça vem de fora ou vem de dentro.
Jesus Cristo tinha uma vida intensa interior.
E se queres ser chamado de seu amigo, tens de ter também uma vida interior intensa.
Uma vida interior que é oração, diálogo pessoal com Deus, fé, adesão à Igreja Católica, prática sacramental: Missa de Domingo, Confissão, Comunhão, oração pessoal diária, oração comunitária.
A Igreja Católica é única Igreja (comunidade) fundada por Jesus Cristo, as outras foram fundadas por outros homens.
Vida interior que é estar em união espiritual a Jesus Cristo e à sua doutrina = estar na graça de Deus, na sua amizade, viver de acordo com a sua lei.
“Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”, disse Jesus Cristo.
Hoje muita gente vive: come, bebe, dorme, trabalha, casa-se, tem filhos, mas pode-lhe faltar a vida interior, a vida espiritual, aquela vida que nos eleva acima nos animais irracionais.
Sem vida interior, somos como um tambor: podemos fazer muito barulho, mas estamos ocos por dentro.
Esse é o risco que correm muitos homens e mulheres do nosso tempo: fazem barulho, dão nas vistas, mas estão vazios por dentro…
Porque lhes falta a dimensão espiritual e superior que dá à vida um rumo, um sentido, uma significado novo não só para a vida neste mundo, mas também a vida depois deste mundo.

Pe. Albano Nogueira

Sem comentários: