Número total de visualizações de página

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

INSPIRAÇÃO DOS LIVROS DA BÍBLIA

------------------------
Cada livro sagrado tem duplo autor:
-
1 - Deus é o autor principal da Bíblia.
-
Aí não há erros quanto às verdades de fé ou de moral.
Pela inspiração, Deus é o responsável por essas verdades de fé.
Nunca esquecer que a Bíblia não tem verdades científicas.
Apenas verdades da fé que conduzem o Homem e conhecer, amar e seguir a vontade e o plano de Deus para ser feliz e se salvar...
Foi Deus quem moveu aqueles homens a que escrevessem sem erro tais verdades.
Esses livros merecem-nos crédito e possuem essencialmente um ensino religioso.
Transmitem verdades religiosas.
Não transmitem de verdades científicas
-
2 - O escritor sagrado ou inspirado.
-
É o homem que escreveu, é o autor secundário.
Continua sempre livre e usa os seus conhecimentos humanos, grandes ou pequenos, certos ou errados.
Segue o seu gosto literário e apresenta escritos narrativos, poéticos, dramáticos, históricos...
Neste aspecto humano, pode errar como qualquer homem.
Assim, quando aborda questões meramente humanas, sejam de História ou de Ciências ou de Filosofia, merece o crédito de todo o escritor sério e consciencioso, onde há as marcas do tempo.

Para interpretar um livro inspirado, isto é, para saber o que Deus comunicou aos homens por esse escrito, a Igreja manda atender:
- à língua em que esse livro foi escrito e às suas leis gramaticais;
- ao tempo em que tal livro foi escrito,
- à cultura, aos mitos ou lendas desse tempo: para falar ao homem de sempre, Deus serviu-se de um homem de uma época; assim, nos seus escritos há coisas que são da época e outras que são de sempre, sendo estas muitas vezes expostas por aquelas;
- ao género literário do livro: um poema é diferente de um relato histórico; uma parábola ou uma imagem ensinam de forma diferente de uma frase directa e clara;
- à qualidade do autor inspirado e ao seu saber.
-------------------------------
Não se devem ler todas as passagens da Bíblia à letra.
Temos de procurar a MENSAGEM de Deus para todos os tempos.
Uma mensagem que é sempre actual e nunca passa, como as modas...
A Palavra de Deus é sempre actual.
Não se engana, nem nos engana.
É uma Palavra que ilumina a nossa vida e o nosso caminhar neste mundo.

Sem comentários: