Número total de visualizações de página

domingo, 30 de janeiro de 2011

A CONSCIENCIA DE CADA UM


Frequentemente eu pergunto-me:
“O que cada um de nós está a fazer neste planeta”.
.
Se a vida for somente tentar aproveitar o máximo possível as horas e os minutos, esse filme é bobo.
Tenho a certeza de que existe um sentido melhor em tudo o que vivemos.
Para mim, a nossa vinda ao planeta tem, basicamente, dois motivos: evoluir espiritualmente e aprender a amar melhor.
Todos os nossos bens, na verdade, não são nossos.
Somos apenas as nossas almas.
E devemos aproveitar todas as oportunidades que a vida nos dá para nos aprimorarmos como pessoas.
Portanto, lembre-se sempre que os seus fracassos são sempre os melhores professores e que é nos momentos difíceis que as pessoas precisam encontrar uma razão maior para continuar em frente.
As nossas acções, especialmente quando temos de nos superar, fazem de nós pessoas melhores.
A nossa capacidade de resistir às tentações, aos desânimos, para continuar o caminho, é que nos torna pessoas especiais.
.
Ninguém veio a esta vida com a missão de juntar dinheiro e comer do bom e do melhor.
Ganhar dinheiro, ter bom padrão de vida e alimentar-se bem faz parte da vida, mas, não podem ser razão de viver.
Tenho a certeza de que pessoas como Martin Luther King, Mahatma Ghandi, Nelson Mandela, Madre Teresa de Calcutá, Irmã Dulce, Chico Xavier, Betinho e tantos (as) outros (as) anónimos (as), que lutaram e lutam para melhorar a vida dos mais fracos e dos mais pobres, não estavam motivadas pela ideia de ganhar dinheiro.
.
O que move, então, essas pessoas generosas a trabalhar diariamente, sem jamais desistir?
A resposta é uma só:
A CONSCIÊNCIA DE SUA MISSÃO NESTA VIDA:
Quando você tem a consciência de que, através do seu trabalho, está a realizar a sua missão, você desenvolve uma força extra, capaz de levá-lo ao cume da montanha mais alta do planeta.
.
Infelizmente, muita gente se perde nesta viajem e distorce o sentido da sua existência, pensando que acumular bens materiais é o objectivo da vida.
E quando chega no final do caminho percebe que o caixão não tem gavetas e que só vai poder levar daqui o bem que fez às pessoas.
.
Se você tem estado angustiado sem motivo aparente, está aí um aviso para parar e reflectir sobre o seu estilo de vida.

Responda com honestidade:
Como você vem tratando seus pais, seus irmãos, seus filhos, seus amores e seus amigos?
Como anda a sua disposição para “emprestar” sua atenção a quem precisa desabafar sua dor, a quem precisa receber um gesto de carinho?
Você está engajado em algum movimento voluntariado?
Você tem reservado pelo menos cinco minutos diários para ter um diálogo sincero com você mesmo?
Você tem agradecido a Deus pelo milagre de sua vida e por todos os “anjos” que Ele coloca em seu caminho?

Escute a sua alma:
Ela tem a orientação correcta sobre qual o caminho a seguir?

Tudo na vida é um convite para o avanço e a conquista de valores, na harmonia e na glória do bem.
E lembra-te: “Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão”.

Tenho sido, nesta vida, um buscador de minha luz.
Por isso tenho encontrado nesta caminhada, mais sombras internas do que a minha tão esperada Luz!
O passar dos anos, o tempo, a vivência do dia-a-dia vão me ensinando que por trás de toda a sombra que sempre aparece e enfrento, dá-se automaticamente o sentimento da libertação, a percepção da existência da minha plenitude, da minha parte melhor: o meu EU divino.

Sem comentários: