Número total de visualizações de página

quarta-feira, 16 de março de 2011

FALAR COM DEUS

albanosousanogueira@sapo.pt
http://operfumededeus.blogspot.com
-
Há tantos homens e mulheres que sufocam a questão de Deus nas suas vidas não lhe dando a devida importância e perdem, por isso, o verdadeiro sentido da sua existência.
Senhor Deus, Tu és a resposta às questões mais profundas do meu coração e do coração de cada pessoa, mesmo para aqueles que se encontram desiludidos, resignados, desanimados.
Senhor Deus, tantos homens e mulheres procuram razões de viver longe de Ti, sem Ti e contra Ti e não encontram o caminho, o rumo a seguir. Andam perdidos, desorientados, como o cego que não vê e não sabe para onde ir.
Temos fome de pão e sede não só de água, mas de razões de viver e só Tu, ó Deus, sacias a nossa fome e a nossa sede de viver, de amar, de futuro, de esperança, de felicidade para a vida eterna.
Como dizia Santo Agostinho: “Senhor, criaste-nos para Vós e o nosso coração permanece inquieto enquanto não repousar em Vós” (Confissões).
Deus é um mistério e não se impõe a si mesmo.
Não aparece, não é evidente.
Deus esconde-se.
Deus é Todo-Poderoso porque se domina a si mesmo.
Podia aparecer, mostrar-se, fazer justiça, castigar, impor a sua presença e todos teriam de acreditar e então, já ninguém duvidaria da sua existência, da Sua presença, mas aí perdíamos toda a liberdade e perderíamos todo o mérito de acreditar em Deus.
Não merecíamos já a recompensa, porque Deus tornava-se evidente.
Podemos sempre dizer: “Sim creio” ou dizer: “Não, não creio”.
Como Deus não se revela totalmente de forma directa, mas de forma indirecta, só quem tem fé é que acredita n’Ele e, por essa razão a sua fé tem mérito porque é livre.

Sem comentários: