Número total de visualizações de página

sábado, 4 de agosto de 2012

PORQUE SE BATIZAM AS CRIANÇAS?



Porque é que se batizam as crianças?
    A resposta é muito simples: para as acolher na família cristã.    
    Diz-se muitas vezes que, pelo Batismo, elas se tornam filhos de Deus.
Mas é claro que isso não significa que Deus esteja à espera desse dia para as amar mais um bocadinho.
Será talvez mais correto dizer que os pais apresentam o seu filho ou filha à Igreja e que reconhecem, com ela, que esse recém-nascido é um filho de Deus.
Aquando do Batismo, os pais e os padrinhos renunciam, em nome da criança, a tudo o que corrompe o mundo e magoa Deus (aquilo a que se chama pecado); proclamam a sua fé em Deus-Pai, no seu Filho ressuscitado e no Espírito Santo.
O padre deita depois água sobre a cabeça da criança (ou então, nalgumas paróquias, mergulha-o na água).
É como se, com Jesus, ele estivesse até então mergulhado na morte («Batismo significa «imersão») e saísse vivo do túmulo para renascer com Ele.
Com Jesus, o cristão já atravessou a morte. E já não tem medo de amar até ao fim, como Ele fez.
Logo depois do ritual da água, a criança é ungida na testa com um óleo a que se chama Santo Crisma e que na Bíblia consagra os sacerdotes, o profetas e os reis.
A criança veste uma roupa branca, uma roupa de festa com a cor da alegria eterna.
Os padrinhos levam uma vela que se acende no círio pascal, o que significa que a luz de Jesus iluminará o novo baptizado ao longo da sua vida.
Sabes que, durante os primeiros séculos da Igreja, eram os adultos que pediam o Batismo?
Hoje também há cada vez mais jovens e adultos que, tendo descoberto a beleza da fé, pedem pessoalmente para fazer parte da comunidade dos cristãos.

Sem comentários: