Número total de visualizações de página

quinta-feira, 30 de julho de 2009

O CORPO NA ORAÇÃO




Nós rezamos com toda a pessoa corpo, alma, matéria e espírito e não apenas com a alma ou espírito.
Por isso, para rezarmos, temos de fazer um exercício de relaxação, de serenar a nossa mente e o nosso espírito: afastar tensões, preocupações, sono, cansaços.
Quando rezarmos em casa no nosso quarto podemos procurar uma posição corporal correcta, uma boa respiração, desligar-se das preocupações e imagens.
Fechar os olhos e pôr-se na presença do Senhor.

Olhar uma imagem de Jesus.
Repetir o nome de Jesus.

Colocar-se na presença de Deus e invocar o E. Santo.
MODOS DE ORAR:
1-Petição: Pedir, significa que somos pobres precisamos de Deus, mas não podemos só pedir coisas materiais. Devemos pedir bens espirituais. Oração mais interesseira, centrada em nós, mais egoísta.
2-Louvor: Oração mais desinteressada, mais gratuita, mais centrada em Deus. Pelo louvor reconhecemos a acção de Deus em nós, nos outros, Todo-Poderoso, Bondade, Misericórdia infinitas.
3- Acção de graças: é a oração que Jesus mais fazia. Temos tantos motivos para dar graças a Deus. Bendizer e agradecer a Deus por tudo o que Deus nos dá. Agradecer o bom e agradecer aquilo que nos parece de mal, de negativo, incompreensível e nos faz sofrer.
4- Intercessão: é uma oração solidária e comprometida com os outros. Faz-nos irmãos dos outros. Trata-se de trazer à oração as pessoas de quem gostamos, às que sofrem, às que não nos caem bem. A oração de intercessão leva-nos a oferecer algo a Deus pelas necessidades dos outros: vivos e defuntos.
5- Perdão: é também uma oração de petição. Leva-nos a reconhecer diante de Deus os nossos pecados e pedir-Lhe perdão por eles.
Quanto mais próximos estamos de Deus (da luz), mais pecadores nos sentimos (e vemos a sujidade, o lixo que há em nós).
Não nos devemos julgar bons diante de Deus, mas sempre pecadores.
6- Bênção: Jesus utilizava a bênção par pedir coisas boas para os outros: a paz, o perdão, a vida, a saúde, a fé, a esperança, a humildade, a prudência, a temperança…
7- Adoração: A oração de adoração é a mais profunda e mais gratuita perante Deus em que se reconhece tudo o que Ele É e reconhecemos a nossa miséria e pecado, a nossa pequenez.
A adoração é ficarmos todos centrados em Deus numa linguagem de amor, admiração, acolhimento, aceitação da vontade de Deus.

1 comentário:

jammarques disse...

Curiosa exegese sôPadre(curiosa variante do sôtor)
Mas deixe-me dizer-lhe que aquela prática indiana do Yoga é muito mais eficaz.
CONTINUE A ORAR,SOBRETUDO A LOUVAR que é muito útil como deve imaginar.

(modere lá isto com espírito cristão,a ver...)