Número total de visualizações de página

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

DEUS CRIADOR DA VIDA



http://operfumededeus.blogspot.com

 
Do Humano ao Divino: Deus da vida, Criador

 
   1. A origem histórica

Cada pessoa é gerada, criado pelos pais.
Temos a mesma natureza dos mesmos pais.
Mas indo para trás perguntamos quem foi o primeiro Homem na terra?

Como apareceu o primeiro Homem?

Viemos dos irracionais: primatas (macacos)?

E os irracionais, como surgiram?

E os anteriores como surgiram?

Como apareceu a vida na Terra?

A origem do mundo, do universo e da vida, não se deu por geração, mas por criação.

A vida e o universo não têm em si a razão suficiente para existir. Não existem por si mesmos.

Na origem de tudo há a decisão livre e poderosa de Deus Criador desses seres finitos e activos.

Assim nós temos uma dupla origem: a origem longínqua de tudo é a criação de Deus. A origem próxima dos seres é a geração (vida gera vida).

Ser criado é ser dependente do Criador.

É ser criatura, dependente do Criador.

Ser gerado, é Ser Filho, é ser igual aos pais. A quem nos transmitiu a vida, chamamos pais. Deles dependemos para nascer e para crescer. Até um dia nos tornarmos autónomos dos pais na idade adulta.

Os pais cumprem a missão na educação. O que está na origem última da nossa existência recebe o nome de CRIADOR. Somos criaturas e Deus é o nosso criador.
    Mas uma vez criados, os seres tornam-se autónomos. Não precisam de Deus para agir. Precisamos de Deus para sermos, para existirmos.
    Nós respondemos pelo nosso agir, mas não respondemos pelo nosso ser.
O ser vem dos pais e de Deus. Saber que fomos criados por Deus não diminui o afecto, mas aumenta-o.
Somos livres de amar a Deus ou rejeitar o seu amor.
    Mas a Criação não aconteceu só nas origens.

A criação é uma obra continuada de Deus.

É a Providência divina que cuida de mim a cada momento. Deus está-me a criar constantemente.

Sem comentários: